Seus dados são você

Links e referências da palestra de 11/09 na turma da prof. Sonia Oliveira sobre o tema “Seus dados são você”

Durante minha apresentação sobre o texto, “Seus dados são você,  Facebook” citei alguns links, vídeos, e referências que relaciono a seguir:

Terminologia

Termos apresentados durante a palestra: Cookies, tracker, remarketing, capitalismo de vigilância.

Apply Magic Sauce

Aplicação desenvolvida pela Universidade de Cambridge que identifica o perfil psicométrico e particularidades do indivíduo, apenas conectando à sua conta no Facebook. Pode testar sem medo, ela possui estritas garantias de privacidade.

Reconhecimento facial Norte Shopping

Como havia dito, o Norte Shopping possui um sistema de câmeras com reconhecimento facial.

Monólogo do algoritmo

É um resumo do projeto do Share Lab, apresenta na pessoa do Facebook, em Inglês e com legendas em Português.

Este vídeo tem uma página no Panoptykon Foundation com uma breve descrição do projeto.

Share Lab

É um projeto bem extenso e detalhado de como o Facebook obtém, trata e utiliza os dados que você produz. O vídeo Monólogo do algoritmo acima é uma apresentação resumida deste projeto. O projeto é o “facebook Algorithmic Factory” 1, 2 e 3.

Como o Google rastreia você

Vídeo em Inglês sobre matéria na Fox News, mostrando o caso do jornalista que sai com dois celulares, sendo que um no modo avião, e ambos registram o seu trajeto, e não é só isto…

Coding Rights

Projeto internacional liderado por mulheres que trata de forma bem clara, temas ligados à algoritmos, dados e privacidade. Coding Rights no Instagram, onde tem o projeto Safer Nudes.

Como funciona a psicometria

Palestra no TED da Jeniffer Golbeck, sobre como as mídias sociais expõe mais sobre nós do que pensamos. 

Como as redes sociais nos irritam

Palestra da Molly Crockett explicando como e porque as redes sociais nos provocam desconforto e nos irritam muitas vezes.

Minha experiência fora do Facebook por 15 dias

Relato de minha experiência sem acessar o Facebook por 15 dias.

Acho que aqui relacionei tudo que falei, caso lembre de alguma coisa, comente abaixo, ou me envie um e-mail.

Bibliografia citada

ADALI, S.; GOLBECK, J. Predicting personality with social behavior: a comparative study. Social Network Analysis and Mining, [s.l.], v. 4, no 1, p. 159, 2014. ISSN: 1869-5450, DOI: 10.1007/s13278-014-0159-7.

CROCKETT, M. J. Moral outrage in the digital age. Nature Human Behaviour, [s.l.], v. 1, no 11, p. 769–771, 2017. ISSN: 2397-3374, DOI: 10.1038/s41562-017-0213-3.

KRAMER, A. D. I.; GUILLORY, J. E.; HANCOCK, J. T. Experimental evidence of massive-scale emotional contagion through social networks. Proceedings of the National Academy of Sciences, [s.l.], v. 111, no 24, p. 8788–8790, 2014. ISSN: 0027-8424, DOI: 10.1073/pnas.1320040111.

PARISER, E. O filtro invisível: O que a internet está escondendo de você. 1 ed. Brazil: Zahar, 2012. 251 p. ISBN: 978-85-378-0831-3.

WU, Y.; KOSINSKI, M.; STILLWELL, D. Computer-based personality judgments are more accurate than those made by humans. Proceedings of the National Academy of Sciences, [s.l.], v. 112, no 4, p. 1036–1040, 2015. ISBN: 0027-8424, ISSN: 0027-8424, DOI: 10.1073/pnas.1418680112.

ZUBOFF, S. Big other: Surveillance capitalism and the prospects of an information civilization. Journal of Information Technology, [s.l.], v. 30, no 1, p. 75–89, 2015. ISBN: 02683962, ISSN: 14664437, DOI: 10.1057/jit.2015.5.

Nenhum comentário

Adicione seu comentário